Todos os post de Elizabeth Göbbels

Sala de Interatividade

A Sala de de Interatividade foi desenvolvida para o MAE (Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade Federal do Paraná, situado em Paranaguá).

O Projeto

A sala de interatividade foi projetada para uma das salas do MAE, cujo edifício foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Nos quais interação, tecnologia e experiência sensorial eram os principais conceito desse projeto.

Para a sala foi projetado um divisor de ambientes que se fixam no chão e no teto e contorna de forma orgânica toda a sala. Foram projetados também três mesas: duas mesas (uma alta para adultos e uma baixa para crianças e cadeirantes) para acomodar dois computadores com jogos; e uma terceira mesa para acomodar uma televisão para um jogo 3D.

Foi desenhado também para a sala de interatividade um móvel chamado de Árvore do Som onde o visitante pode escutar diferentes sons ou músicas. Por ter uma iluminação própria e por se situar ao centro da sala ela se torna o foco do ambiente.

Equipe: Elizabeth Wilma Göbbels, Raiane Ribas e Patrícia Kojima
Orientador: Dr. Ronaldo Corrêa
Coordenador: Dra. Márcia Cristina Rosato

Akitã

Akitã é um móvel compacto para cozinhas de Kitnets.

O projeto

Esse projeto foi desenvolvido como trabalho de conclusão de curso. O projeto teve como objetivo o desenvolvimento de um mobiliário que se adapte às diferentes configurações de cozinhas de kitnets de estudantes, já que os móveis encontrados não satisfazem as necessidades dos usuários em relação aos fatores ergonômicos, estético formais, e a capacidade de armazenamento.

O mobiliário foi projetado para atender o mercado de móveis prontos, ou seja, montagem em linha de produção. O móvel apresenta uma mesa embutida para aumentar a área de trabalho e uma barra de alumínio no painel para otimizar o espaço. O material de pia é feito de mármore sintético e a cuba de inox. Possui também pés elevados para dar leveza ao móvel e bordas arredondadas foram inspirados no estilo retrô. Foi desenvolvido também quatro estilos de painéis de fundo para atingir os diferentes gostos dos usuários.

Akitã from Guido G on Vimeo.

Equipe
Alessandra Neumann Stutz
Elizabeth Wilma Göbbels

Orientador
Cláudia H. Zacar

Lumi

Lumi é um redesign de um aspirador de pó (Spot da empresa Brastempe desenhado por Karin Hashidi). Ele cumpri duas funções: a primeira e principal de um aspirador e a segunda de uma luminária.

O Projeto

O projeto foi desenvolvido junto com a empresa Brastempe, cujo objetivo é fazer um redesign do aspirador Spot (desenhado por Karin Haschidi).

O aspirador tem duas funções: aspirador e luminária. O produto é dividido em três partes: base, aspirador portátil e cúpula. Na base é encaixada a cúpula e os aspirador. Para ter acesso ao aspirador a cúpula deve ser deslocada para baixo girando a cúpula ligeiramente para a direita. A base funciona também como armazenamento e carregador do aspirador. Para usar o abajur deve-se devolver a cúpula no lugar, deslocando-a para cima e girando-a para a esquerda até o final da canaleta. Na superfície da cúpula possui uma interface gráfica para melhor entendimento do uso do objeto, facilitando assim o manuseio.

Equipe: • Bruno Cezar Batalha • Elizabeth Wilma Göbbels • Joy Endo Tran • Renata Ribeiro Neves da Costa
Orientadora: • Dulce Albach

Capsulo

Capsulo é um sofá para área externa que possui uma cobertura flexível.

O Projeto

A espreguiçadeira foi projetada para ser usado em áreas externas, como jardins e piscinas. Ela possui sobre o produto uma cobertura ajustável protegendo o usuário do sol e da chuva. E para melhor conforto o produto ainda tem a capacidade de abertura e fechamento, permitindo ao usuário estar ao ar livre sem se expor ao sol.

Para chegar nesse produto se usou uma técnica diferente de projetação. Através de um estêncil encontrado em um muro da cidade foram aplicadas deformações.

Aluna: • Elizabeth Wilma Göbbels
Orientador: • Ronaldo de Oliveira Corrêa

Katto

Katto é uma linha de cerâmicos composta por dois vasos de ikebanas e uma luminária de vela.

O Projeto

Linha de cerâmicos desenvolvido com base na cultura Japonesa, na celebração Hana Matsuri, que tem como objetivo celebrar Buda e a primavera.

A Linha é composta de dois vasos de ikebana – um alto e o outro baixo – e uma luminária de vela. Na qual a forma foi inspirada na festa, nas luminárias Chouchin e nas ikebanas. Com traços de modernidade e linhas harmônicas as peças foram feitos a partir do deslocamentos dos eixos. Todas as peças têm seu eixo de simetria deslocado o que confere mais dinamismo e leveza ao conjunto.

Equipe: • Alessandra Neumann Stutz • Elizabeth Wilma Göbbels • Kellen Krystina de Carvalho
Orientadora: • Dulce Fernades